Salve, Jorge

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Para a sua terceira edição a LER, Salão Carioca do Livro pede a bênção e rende homenagens a Jorge, Amado. Nada mais merecido que o “Festival do Leitor” celebre aquele que por décadas foi o escritor mais querido pelos leitores daqui e também o brasileiro mais publicado mundo afora. 

Jorge Amado nos trouxe personagens tão vívidos que permeiam a memória nacional, como se fossem nossos amigos ou antepassados: Dona Flor, Pedro Bala, Gabriela, Pedro Archanjo e tantos outros. Mais do que tecer histórias, escreveu o Brasileiro, resgatando e exaltando essa mistura de saberes e sabores de índios, africanos, europeus e “turcos” que resultou em sensualidade, valentia e criatividade. 

O tributo a Jorge Amado vai estar presente em diversos pontos da LER: nas conversas em torno do autor (com curadoria da biógrafa Josélia Aguiar), em leituras e depoimentos de escritores, cineastas, músicos, atores e jornalistas. Uma exposição/instalação montada em colaboração com a Fundação Casa de Jorge Amado trará um pouco do universo do romancista para os leitores e também nas adaptações teatrais encenadas pela Fundação Cesgranrio. Por fim, oficinas vão apresentar a obra de Jorge Amado para estimular novos leitores e escritores.

O maior festival aberto da cultura

Um encontro de todas as ideias e expressões para estimular o dialogo e a criação. Acessível, inclusivo e acolhedor. A LER é de todos, para todos.